A monotonia quebrada por um Carcará

José Neves CabralE o Campeonato Pernambucano vai chegando ao fim. Uma competição atípica, podemos dizer. De públicos acanhados, rendas parcas e jogos insossos. Até os clássicos foram disputados com aquele clima de déjà vu. Aguardemos, pois, a chegada da decisão entre Sport e Salgueiro. O Carcará sertanejo, aliás, talvez seja a única boa novidade desse campeonato disputado a pão e água. É esse clube que carrega o símbolo de uma ave de rapina que consegue quebrar a monotonia, surpreendendo o torcedor e os tradicionais clubes da Capital.

Quando o Salgueiro vence um dos grandes coloca um sorriso no rosto dos torcedores dos outros rivais tradicionais. E assim vai ganhando a simpatia e tornando-se o segundo clube de todas as torcidas. Perguntem a um torcedor do Santa Cruz por quem ele vai torcer na decisão? A resposta será óbvia. Melhor ver o Sertão verde de alegria do que o Recife vermelho e preto com a comemoração dos rubro-negros. Nesta segunda, o tricolor não quer nem saber que foi o Carcará que matou a Cobra Coral no domingo. Nada disso, ele quer ver é o Leão com cara de apanhado, voltando do Sertão com sua constelação de craques de mãos vazias e olhar apagado.

Com a suspensão do programa Todos com a Nota, que distribuiu dinheiro para todos os clubes durante quase uma década, esperava-se uma queda de rendimento do Salgueiro. Mas não foi o que ocorreu. O time interiorano seguiu firme e forte, mantendo seu elenco e buscando novos valores na região. Aproveitou-se, também, do desdém que clubes como o próprio Sport e o Santa Cruz tiveram pela fase inicial da competição, jogando com equipes suplentes, e terminou na primeira colocação, o que lhe dá a vantagem de jogar a segunda partida no estádio Cornélio de Barros, empurrado por sua torcida.

Jogar no Sertão não tem sido fácil para o Trio de Ferro. O piso é mais duro, o que faz a bola correr mais e obriga os jogadores a um esforço maior para chegar primeiro. Podemos dizer que esse pequeno detalhe faz um time acostumado a atuar num gramado mais fofo a correr num "tempo diferente" no campo do Salgueiro, o que provoca um desgaste maior. E é este cenário que o Leão vai encontrar na última partida da decisão, o que o obriga a tentar construir uma boa vantagem no primeiro jogo, no Recife.

José Neves Cabral - Folha-PE 
 

Comente

Nome

Artigo Semanal,2,Brasil,2810,Ceará,150,Cedro,1530,Entretenimento,426,Esportes,275,Mundo,691,Pernambuco,2141,Política,46,Sertão,719,Vc no Portal,43,
ltr
item
Portal Cedro : A monotonia quebrada por um Carcará
A monotonia quebrada por um Carcará
http://www.folhape.com.br/obj/44/166429,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0.jpg
Portal Cedro
http://www.portalcedro.com.br/2017/04/a-monotonia-quebrada-por-um-carcara.html
http://www.portalcedro.com.br/
http://www.portalcedro.com.br/
http://www.portalcedro.com.br/2017/04/a-monotonia-quebrada-por-um-carcara.html
true
1241677778874062309
UTF-8
Carregado todas as mensagens Não encontrou nenhuma mensagem Ver todos Leia mais Repetir Cancelar resposta Delete Por Capa Páginas Postes Ver todos Recomendado Rótulo Arquivo Pesquisa Todos os Posts Não foram encontrados resultados com a sua mensagem Voltar para casa Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Siga ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Compartilhe para desbloquear Copie todos os códigos Selecione todos os códigos Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar